Problema: Diesel contaminado

  • Resíduos mucosos nos elementos filtrantes

  • Resíduos mucosos em filtros de combustível

  • Resíduos mucosos em filtros de combustível

  • Resíduos mucosos nos elementos filtrantes

  • Resíduos mucosos nos elementos filtrantes

EXPLICAÇÃO DO CONCEITO DIESEL

O termo diesel contaminado significa a contaminação microbiana do combustível diesel. Pode ser contabilizada como uma bioincrustação clássica. Isso geralmente se refere ao dano de materiais pelo crescimento de microorganismos em superfícies. Mais especificamente, é um filme mucoso ou flocos de diferentes organismos, como bactérias e fungos, em uma solução. Basicamente, todas as superfícies e interfaces podem ser cobertas por esses biofilmes.

Quase todas as aplicações industriais são afetadas, especialmente o sistema de tanques e motores. O aumento do uso de metil ésteres em vez de petrodiesel e combustíveis pesados é parcialmente responsável por isso.

O tema é relevante no tratamento de líquidos por meio de filtros de líquido, em especial filtros de combustível. Deste modo, a superfície é obstruída pelo biofilme. A conseqüência é um aumento da pressão diferencial. Na filtração de combustível, a interface água-combustível pode aumentar, principalmente quando a água entra no sistema de combustível. Isto forma uma película mucosa de diferentes espessuras. A causa desse biofilme são as bactérias formadoras de biofilme, que colonizam a camada limite fluida e obtêm nutrientes do combustível. A formação de um biofilme permite que os organismos sobrevivam em condições ambientais extremas.

As bactérias que vivem em um biofilme se beneficiam muito disso. Portanto, o filme oferece alguma proteção contra o estresse mecânico. Além disso, sua formação irregular permite emergir zonas aeróbicas e anaeróbicas, fornecendo habitat para uma ampla variedade de organismos. Dentro do biofilme há uma troca intensa de genes entre as bactérias individuais. Isso permite que as colônias se adaptem rapidamente a novos eventos e também é responsável pelo aumento da resistência a biocidas. Em geral, pode-se dizer que as bactérias em um biofilme são mais viáveis e menos suscetíveis ao estresse externo.

CONTEXTO E ORIGEM

A contaminação do diesel ocorre quando bactérias formadoras de biofilme aderem em uma superfície como, por exemplo, a superfície de um elemento filtrante. Isso leva à adesão de bactérias individuais nessa superfície. As forças motrizes desta adesão podem ser: Forças de Van der Waals, atrações eletrostáticas, bem como formação de pontes de hidrogênio e outros processos físico-químicos. Essas forças também são responsáveis pela formação e coesão de uma estrutura de matriz. Um biofilme obtém suas propriedades características e sua aparência típica devido à essa formação de matriz. Para formar esta matriz estável, é necessário que as bactérias formadoras de biofilme colonizem uma superfície. Em uma primeira etapa, isso é feito lado a lado em toda a área.
Somente após esta colonização da área, os organismos começam a crescer em camadas uns sobre os outros.

As chamadas “SPE” (= “substâncias poliméricas extracelulares”) são decisivas para a coesão desta matriz multicamadas. Tratam-se de biopolímeros que cercam os organismos. A origem desses polímeros são os próprios organismos. Essas substâncias são metabólitos de bactérias ou remanescentes de organismos mortos. Mais especificamente, eles são compostos de polissacarídeos, proteínas, glicoproteínas, glicolipídios, DNA extracelular e outros ácidos nucléicos. Os biopolímeros cercam as células bacterianas individuais e formam com elas um composto sólido, heterogêneo, tridimensional. Essa matriz representa o biofilme em si e é percebida visualmente como muco. Devido a esta matriz, os microrganismos são mantidos juntos por um lado e, por outro lado, permitem uma adesão estável a uma superfície. Dentro dessa estrutura, os organismos estão bem protegidos contra influências externas. Dentro da estrutura das SPE, ocorrem apenas processos de difusão e convecção para suprir as células bacterianas com substratos. A configuração heterogênea da estrutura permite fluxos de convecção, através dos quais os organismos na profundidade do biofilme são supridos com substrato. Além disso, as próprias SPE servem como fontes de nitrogênio, carbono e fosfato. Apesar de tudo isso, a profundidade de um biofilme é limitada. Isso se deve ao fato de que, com o aumento da espessura do filme, pode ocorrer deficiência pontual de oxigênio ou substrato. O resultado de tal deficiência é a morte de organismos, com a qual partes inteiras do filme se desprendem. Além disso, as camadas superiores são removidas por forças de cisalhamento, resultantes dos fluxos de fluido. No curso desses processos, é estabelecido um equilíbrio entre o crescimento e a erosão do biofilme.


Os organismos típicos no diesel contaminado são, por exemplo:

  • Bactérias: Bacillus subtilis; Bacillus licheniformis; Pseudomonas aeruginosa
  • Fungos: Hormoconis resinae
  • Leveduras: Yarrowia tropicalis


Estes são germes ambientais nativos da água, ar e terra.

Devido à taxa de crescimento exponencial dos microrganismos, espera-se que uma rápida progressão da contaminação do diesel, desde a infecção inicial até o início do uso de máquinas e filtros de combustível, tenha efeitos prejudiciais.

  • [Translate to Portugiesisch:] Beginnender flächenmäßiger Bewuchs

  • [Translate to Portugiesisch:] Ausgebildete mehrschichtige Dieselpest-Struktur

CARACTERÍSTICAS DISTINTIVAS


  • Cheiro desagradável, pútrido
  • Combustível turvo
  • Mudança de cor do combustível (amarelo, verde, marrom)
  • Sedimentação mucosa no combustível
  • Resíduos mucosos nos filtros
  • Resíduos mucosos em peças que conduzem o combustível

CONSEQUÊNCIAS E EFEITOS

As consequências da contaminação do diesel são enormes, especialmente com relação ao uso do combustível. Pode causar, por exemplo, sérios danos aos componentes metálicos. A razão para isso é a corrosão dos metais desencadeada ou acelerada pelos microorganismos. Como exemplo, são mencionados os efeitos de tal corrosão nas paredes metálicas de um tanque de combustível.

Trata-se de indentações pontuais profundas, causadas pela degradação do material no metal.
Além das conseqüências para os componentes que entram em contato com o biofilme, há muitos outros efeitos negativos. Um desses problemas é a acidificação do combustível pelos produtos metabólicos dos microorganismos. Tratam-se de vários ácidos e radicais livres que, por sua vez, auxiliam nos processos químicos de oxidação e hidrólise do combustível. Como resultado, o índice de acidez do diesel aumenta para um nível inaceitável em poucos dias.

A bioincrustação em sistemas de combustível também pode resultar em linhas e filtros de combustível obstruídos.

Um problema é o fato de que a obstrução do filtro não é apenas um processo lento. Entre outras coisas, caso seja sugada uma enxurrada de biomassa no tanque de combustível, há um bloqueio agudo do filtro. Como consequência, o fluxo volumétrico diminui acentuadamente e a pressão diferencial aumenta. O resultado é que o motor de combustão interna não é mais abastecido suficientemente com combustível e, portanto, não arranca ou podem ocorrer sérios danos aos componentes da máquina durante a operação (por exemplo, danos por cavitação na bomba de baixa e alta pressão). Independentemente da possibilidade de bloqueio súbito do filtro por estruturas bacterianas livres, isso também pode levar a bioincrustações clássicas na superfície do filtro. As conseqüências são em grande parte idênticas.

ESTUDOS DE CASO

  • Colheitadeiras: A colheitadeira de batata só arranca atrasada na época da colheita, pois o filtro foi massivamente atacado por bactérias durante o tempo sem colheita e está bloqueado.

  • Geradores: A energia de emergência em hospitais ou centros de dados não é garantida, porque, no decurso de um longo abastecimento de combustível, os microorganismos se espalharam no filtro. O arranque do motor não é mais possível. As consequências são ferimentos de pessoas e danos materiais.

  • Barcos a motor: Danos causados por um navio de manutenção em eclusas de navegação interna, devido a um filtro de combustível obstruído com biomuco.

  • Equipamentos de aluguel: Filtros de partículas de escavadeiras e carregadeiras de rodas de uma empresa de aluguel são altamente infectados com diesel contaminado e bloqueados devido a longos períodos de inatividade. Portanto, as máquinas não podem arrancar. Há perdas financeiras significativas para a empresa.





Solução: HYDAC Biomicron®

Há muitos anos a HYDAC desenvolve filtros de diesel para renomados fabricantes de motores e máquinas. No desenvolvimento da inovadora tecnologia de elementos filtrantes Biomicron®, pôde ser integrada uma função adicional, que ainda não estava disponível no mercado de filtros de diesel. Aqui, o foco foi colocado na autoproteção do elemento contra o crescimento microbiano.


A água livre no tanque forma a base para este fenômeno, porque favorece o crescimento microbiano de bactérias, fungos e outros microorganismos. Esta contaminação microbiana pode afetar todas as máquinas, em particular aquelas que estão sujeitas a certas paradas (por exemplo, equipamentos de aluguel, frotas de leasing, colheitadeiras sazonais ou geradores de emergência movidos a diesel).


Graças aos seus inovadores meios filtrantes, o Biomicron® não apenas filtra partículas e água do fluido, mas também garante que nenhum organismo nocivo possa se depositar na superfície do elemento.

Os motores a diesel modernos têm uma taxa de recirculação de combustível muito elevada, ou seja, o combustível passa através dos filtros instalados e apenas parte dele é queimada. A quantidade em excesso mantida pelos filtros instalados é reintroduzida no depósito de combustível. A carga microbiana nesta quantidade de fluxo de retorno é significativamente reduzida pela tecnologia Biomicron®. Desta forma, a carga de microrganismos no depósito de combustível é sucessivamente reduzida. Isto acaba por beneficiar todo o sistema de combustível.

Características

  • Material de filtro totalmente sintético
  • Estrutura do elemento em 2 estágios: efeito de coalescência e barreira hidrofóbica para separação de água
  • Graus de filtração: 5, 7, 10, 30 µm
  • Autoproteção especial do elemento filtrante contra contaminação microbiana

O sistema de combustível inclui pré-filtro com Biomicron®

Suas vantagens

 

 

  • Função tripla: filtração confiável de partículas, separação de água e autoproteção do filtro contra o crescimento bacteriano graças à estrutura de elementos em dois estágios e ao inovador meio filtrante

  • Vida prolongada do filtro em sistemas contaminados por microorganismos devido à autoproteção do elemento

  • Controle confiável de crescimento bacteriano no filtro (como contaminação do diesel) durante toda a vida útil do elemento

  • Maior disponibilidade da máquina, mesmo em máquinas sazonais, graças à filtração confiável de partículas e à separação da água

INSTRUÇÕES DE USO

 

Manuseamento:

  • A manga do elemento não pode ser removida!
  • Evitar o contacto direto da pele e dos olhos com a esteira filtrante!
  • Em caso de contacto com a pele, lave bem as áreas afetadas com água e sabão!
  • Em caso de contacto com os olhos: lavar suavemente com água durante alguns minutos. Remover as lentes de contacto, se possível. Continuar a lavar.
  • Manter fora do alcance das crianças!
  • Em caso de ingestão: se não se sentir bem, ligue para o CENTRO DE INFORMAÇÃO ANTIVENENOS ou ligue para o médico.
  • Armazenar em local seco e hermético!
  • Proteger da humidade!
  • Adequado apenas para utilização em filtros de combustível HYDAC!

 


Eliminação:

Como é habitual em todos os elementos filtrantes de combustível usados, este produto (13 05 01* resíduos sólidos de desarenadores e separadores de óleo/água) e a água separada com este produto (13 05 07* água oleosa dos separadores de óleo/água) devem ser eliminados como resíduos perigosos!

Os regulamentos relevantes dos países em causa relativos aos perigos das águas subterrâneas, óleos usados e resíduos devem ser observados!

FILTRO DE DIESEL HYDAC: GAMA DE PRODUTOS

  • Pré-filtro HDP 240 BC

  • Pré-filtro HDP 600 BC com bomba elétrica integrada

  • Pré-filtro de módulo duplo HDP 1200 BC

  • Pré-filtro HDP 1800 HT - Sistema totalmente automático para drenagem de água

  • Pré-filtro HDP 1200 HT - Sistema totalmente automático para drenagem de água

  • Pré-filtro HDP 600 HT - Sistema totalmente automático para drenagem de água

  • Pré-filtro HDP 340 BC

  • Pré-filtro HDP 600 BC com bomba manual pequena e grande

  • Pré-filtro de módulo triplo HDP 1800 BC

  • HYDAC DIESEL MAINCARE – HDM

  • Tecnologia de elementos filtrantes Dieselmicron®

  • Tecnologia de elementos filtrantes Biomicron®

HYDAC DIESEL PRECARE - HDP

Máquinas móveis e veículos comerciais estão sujeitos às condições operacionais mais difíceis do mundo. O tratamento ideal do diesel é muito importante para permitir que a operação dos veículos seja livre de problemas e proteger o motor e toda a estrutura de acionamento contra danos.

A HYDAC oferece com o HYDAC Diesel PreCare (HDP) um sistema moderno para a pré-filtração do diesel que protege os fabricantes e operadores de veículos contra falhas, interrupções e pedidos de assistência. O HDP oferece o melhor desempenho através de separação de água em dois estágios, propriedades superiores de filtração e uso de meios sintéticos.


Além da solução totalmente automática de dreno plug & play para drenagem totalmente automática, independente do operador, mesmo durante a operação no lado de sucção (HDP HighTech), o HDP também está disponível como uma solução dependente do operador (HDP BestCost). Além disso, ambos os designs estão disponíveis em versões duplas ou triplas e, portanto, também podem ser usados para fluxos volumétricos maiores.

Ambos os sistemas são projetados como pré-filtros do lado da sucção e protegem todas as bombas e componentes do sistema de combustível contra água e sujeira.

HYDAC DIESEL MAINCARE - HDM

A filtração do diesel está se tornando cada vez mais importante, especialmente no lado do fluxo principal, porque os elementos filtrantes e os módulos para a filtração principal de hoje já devem atender aos requisitos de pureza de amanhã. Assim, uma filtração de combustível de alto desempenho deve atingir uma classe de pureza de 12/9/6, mesmo sob vibrações do motor e mudanças de carga. Os usuários de máquinas, bem como os fabricantes também exigem elementos específicos da aplicação com a capacidade de retenção de sujeira mais alta possível em um tamanho compacto. Compatibilidade com biocombustíveis e descarte ecologicamente correto também são requisitos comuns que estão desempenhando um papel cada vez mais importante, juntamente com a aplicação específica do cliente do módulo de filtro no motor.


Essas tendências levaram ao desenvolvimento do HYDAC Diesel MainCare, um sistema de filtração de copos que proporciona filtração potente e confiável de diesel no fluxo principal.


Além de uma linha padrão, também desenvolvemos módulos de filtro principais em cooperação com os clientes, cujos dados técnicos atendem aos requisitos e especificações do cliente.

HYDAC Dieselmicron®

Nova tecnologia de elementos: Elemento filtrante Dieselmicron com sistema de 2 estágios

 

Um novo design de elemento filtrante com estrutura em dois estágios oferece uma excelente separação de água independente da sujeira com excelente separação de partículas.

 

Deposição de partículas e Coalescência de gotículas (estágio 1)
Utilizando meios filtrantes totalmente sintéticos, é assegurada uma elevada capacidade de retenção de sujidade e uma coalescência constante.

 

Separação de água (estágio 2)
Uma barreira hidrofóbica no tubo perfurado permite a separação confiável das gotas de água aumentadas no estágio 1.